Últimas

Adolescente cristãs são presas e comemoram: “O sofrimento é uma honra para nós”

15/10/2016 – 19:00

Três jovens foram espancadas após serem detidas por falar sobre Jesus na Etiópia



Adolescente cristãs são presas e comemoram: “O sofrimento é uma honra para nós” Cristãs são presas e comemoram: “O sofrimento é uma honra”

Na Etiópia, três adolescentes cristãs foram presas após a distribuição de literatura bíblica em Babile, que fica na região da histórica cidade murada de Harar, de grande importância para os muçulmanos.

As três meninas – Eden, 15, Gifti, 14 e Mihiret, 14 – comparecem ao tribunal acompanhadas de uma mulher de 18 anos, conhecida como Deborah. Pelas leis do país, menores de idade não podem ser julgados pelo mesmo tribunal. Seu caso foi transferido para a cidade de Harar.

A acusação contra elas é por terem distribuído o livro cristão “Vamos falar a verdade em amor”, que responde a várias acusações feitas por um líder conhecido imã muçulmano contra o cristianismo. Contudo, líderes muçulmanos locais classificaram o material como “um insulto ao Islã”. Eles decidiram atacar a igreja evangélica Meserete Kristos em Babile, quebrando suas portas e janelas.

Lideranças políticas da cidade criticaram aqueles que tentam “incitar confrontos religiosos” e avisou que iriam tomar medidas drásticas. Na mesma noite outra igreja evangélica da cidade foi vandalizada. Ameaças contra os líderes cristãos continuaram e um grupo de cerca de 20 jovens muçulmanos foi até a casa do pastor da Meserete Kristos e o mandou abandonar a cidade, caso contrário perderia sua vida e propriedade.

As três adolescentes foram presas e relatam que apanharam na cadeia. Membros do ministério World Watch Monitor foram visitá-las e ficaram surpreendidos pelas declarações.

Eden e Deborah dizem que sua fé é inabalável. “O sofrimento é uma honra para nós. Devemos esperar perseguição. Não temos medo. Estamos cantando e orando aqui na prisão”, assegurou Eden. Deborah acrescentou que “É uma honra ser presa pelo Reino de Deus”.

Etiópia é uma das nações mais antigas do mundo, sendo inclusive citada na Bíblia. É o único país no norte da África que nunca foi dominado pelo islamismo, professado hoje por cerca de 30% da população.

Contudo, a pressão política vem crescendo nos últimos anos e os casos de perseguição aumentaram. A Etiópia ocupa a 18ª posição na lista anual da Portas Abertas que revela os 50 países mais difíceis para ser cristão no mundo.


Fonte: Gospelprime.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook