Últimas

Após polêmica, CBF veta saída de mandante do estado no Brasileirão

Medida foi anunciada logo após o América-MG enfrentar Palmeiras em Londrina

A CBF emitiu um comunicado, nesta terça-feira (11), para anunciar que nenhum clube poderá mandar jogos em outros estados nas últimas cinco rodadas do Campeonato Brasileiro. A medida acontece justamente após muita polêmica envolvendo os principais candidatos ao título.

A CBF alega que essa é uma resolução para preservar o equilíbrio do Brasileirão: “por ser um momento decisivo da competição, agimos para evitar, na reta final da competição, distorções técnicas na definição das posições cruciais, no topo e na parte de baixo da tabela”, afirmou  o diretor de Competições da CBF, Manoel Flores.

A maior polêmica envolveu o líder Palmeiras, pois o América-MG, que está virtualmente rebaixado no Brasileirão, vendeu o mando do jogo entre os times. A partida aconteceu em Londrina, onde o Palmeiras teve maior parte da torcida. O presidente do Galo, Daniel Nepomuceno, reclamou dessa mudança na época.


Torcida do Flamengo faz a festa no Pacaembu (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

O Flamengo também é afetado pela medida, principalmente porque vinha mandando jogos no Estádio do Pacaembu e ganhando com grande festa da torcida, mas não poderá fazer isso nas cinco rodadas finais. Além disso, ainda enfrentaria o América-MG, que também poderia vender o mando do jogo.

Veja o comunicado da CBF na íntegra:

“Com base no Artigo 1º do Regulamento Geral das Competições, que busca os princípios de integridade, estabilidade e segurança desportiva dos campeonatos, a CBF resolveu vetar a saída de clubes mandantes do seu estado de origem, na reta final das séries A e B do Brasileirão.

Estão incluídas nesta decisão as cinco últimas rodadas: 34ª, 35ª, 36ª, 37ª e 38ª. De acordo com o diretor de Competições da CBF, Manoel Flores, a resolução visa à preservação do equilíbrio.

– Por ser um momento decisivo da competição, agimos para evitar, na reta final da competição, distorções técnicas na definição das posições cruciais, no topo e na parte de baixo da tabela. Na Série A, a decisão engloba as rodadas que, inclusive, ainda não tiveram a tabela desmembrada – afirmou Manoel”.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook