Últimas

Argentina sofre com a 'Messidependência'

Os números da Seleção Argentina nas Eliminatórias são muito piores sem Lionel Messi dentro de campo

A ausência de Lionel Messi nas Eliminatórias expôs mais uma vez a dificuldade da Argentina de jogar sem o seu maior craque. O time de Edgardo Bauza teve grandes problemas nas últimas duas rodadas, já que o camisa 10 estava lesionado, e empatou com a Venezuela fora de casa e perdeu para o Paraguai diante da torcida em Córdoba.  



GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Maradona e Verón discutem | “Guardiola quis treinar a Argentina” | Piores da rodada nas Eliminatórias


Apesar de ter anunciado sua aposentadoria da seleção uma vez, Messi só perdeu jogos por lesão, sendo sete ao todo. Ele esteve fora nas primeiras quatro rodadas das Eliminatórias, ainda sob o comando de Tata Martino e foram dois empates, uma derrota e uma vitória: 2 a 0 contra o Equador, empate sem gols contra o Paraguai, 1 a 1 contra o Brasil e, a primeira vitória, um 1 a 0 contra a Colômbia.  

Com Messi, a Argentina conseguiu subir posições na classificação das Eliminatórias, ganhando as duas rodadas de uma mesma data FIFA. Foi o 2 a 1 sobre o Chile, fora de casa, e o 2 a 0 contra a Bolívia. Já sob o comando de Bauza, Messi esteve presente na vitória sobre o Uruguai por 1 a 0, mas se lesionou e não entrou em campo no empate de 2 a 2 com a Venezuela.  

Nos últimos dias, a Argentina disputou mais duas rodadas das Eliminatórias, sem o lesionado Messi, e mais uma vez ficou sem vitória. Resultados que deixaram os hermanos no 5º lugar da tabela, posição que leva somente à repescagem. E se já não bastasse a vaga indireta, eles também estão mais próximos de Paraguai (1 ponto de diferença) e Chile (2 pontos), os 6º e 7º colocados, respectivamente. 

O melhor jogador do mundo disputou três jogos nestas Eliminatórias com 100% de aproveitamento. Sem ele, a Argentina venceu apenas um jogo e sofreu para conquistar pontos mesmo jogando em casa. A ‘Messidependência’ é real. 


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook