Últimas

Boca de urna causa prisão de 61 pessoas em todo o país, diz TSE

A prática da boca de urna foi a principal causa das ocorrências registradas envolvendo candidatos. Até o início da tarde de hoje (2), 61 pessoas que disputam vagas para prefeituras e câmaras municipais foram presas por fazerem propaganda no dia de eleição municipal para moradores de mais de 5,5 mil municípios brasileiros. Outros 39 casos também foram registrados, mas sem prisão.

Além de candidatos, outras pessoas também foram flagradas fazendo boca de urna. De acordo com o último boletim divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), há poucos minutos, o saldo foi de 333 prisões e outros 383 ocorrência sem prisão.

Até agora, houve 1.410 ocorrências, envolvendo também outros crimes. No total, 149 candidatos estavam envolvidos e 83 deles acabaram presos. Outras 1.261 pessoas que não disputam o pleito também foram identificadas, sendo presas 575 delas.

Urnas

Como já havia sido antecipado pelo presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, pouco antes da divulgação do último levantamento, a substituição de urnas atingiu 0,53% (2.331) das 432.959 distribuídas em todo o país. O ministro afirmou que, até o momento, tudo ocorre “em contento” e em nenhum local foi necessária a troca do sistema pela votação em papel.

O Rio de Janeiro continua como o estado com o maior número de substituições, totalizando 441 urnas trocadas. Na comparação por porcentagem, Alagoas supera, chegando a 1,53% das urnas instaladas no estado, o equivalente a 119.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook