Últimas

Catástrofes naturais aumentaram nos últimos 20 anos, comprova estudo

14/10/2016 – 9:00

Levantamento da ONU contabiliza 7.000 desastres de grande porte entre 1996 e 2015 



Catástrofes naturais aumentaram nos últimos 20 anos, comprova estudo Catástrofes naturais aumentaram nos últimos 20 anos

Um estudo divulgado pelas Nações Unidas nesta quinta-feira (13), conclui que nos últimos 20 anos, pelo menos 1,35 milhão de pessoas morreram em catástrofes naturais. O levantamento, publicado por ocasião do Dia Internacional para a Prevenção de Catástrofes, contabiliza 7.000 catástrofes naturais. Terremotos e tsunamis são os “maiores homicidas”, seguidos pelos desastres ligados às mudanças climáticas experimentadas pelo planeta.

Entre 1996 e 2015, período em que os dados foram coletados, nota-se que essas tragédias de grandes proporções estão ficando mais fortes e mais mortais.

Somente em 2015, cerca de 22,7 mil pessoas morreram no mundo por causa delas.  No ano passado, quase 100 milhões de pessoas foram afetadas de alguma maneira por terremotos, furacões, enchentes, entre outros. Os prejuízos econômicos com os desastres atingiram US$ 66,5 bilhões, o equivalente a mais de R$ 210 bilhões.

Na avaliação que cobre as duas últimas décadas, 90% dos óbitos em consequência de catástrofes naturais foram registrados em países pobres, ou de renda média. “Os países de renda alta registram enormes perdas econômicas com as catástrofes naturais, mas, nos países com baixa renda, as pessoas pagam com a vida”, ressaltou o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

Haiti foi o país mais atingido

Após o terrível terremoto em 2010 e tendo vivido três anos de seca causados pelo fenômeno El Niño, o Haiti é o país com maior número de mortes causadas por catástrofes naturais:  229.699. O país foi atingido no início de outubro pelo furacão Matthew, cujos prejuízos ainda não foram totalmente calculados.

O representante especial da ONU para a Redução dos Riscos de Catástrofe, Robert Glasser, explica que os vínculos entre pobreza e catástrofes naturais são “muito claros” no caso do Haiti.

No ranking do desastre, compilado pela ONU, em seguida vem Indonésia (182.136 mortos), afetada pelo tsunami de dezembro de 2004, e Mianmar (139.515 mortos), varrido pelo ciclone Nargis em maio de 2008. Entre os 10 mais atingidos estão China, Índia, Paquistão, Rússia, Sri Lanka, Irã e Venezuela.


Fonte: Gospelprime.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook