Últimas

Coutinho e Firmino: futebol evoluiu neste primeiro ano de Klopp no Liverpool

Confira como o desempenho e importância dos brasileiros do Liverpool aumentou desde a chegada do técnico alemão, há exatamente um ano


GOAL Por Tauan Ambrosio 


Há exatamente um ano, Jurgen Klopp era anunciado como novo treinador do Liverpool. O clube acumulava decepções naquela que vinha sendo a quarta temporada de Brendan Rodgers no comando, e apesar de Klopp ter sido vice-campeão duas vezes em sua primeira campanha (derrotas na Copa da Liga, para Manchester City, e Europa League, para o Sevilla) a sensação é de que os Reds estão mais empolgantes. Evoluíram.

A esperança de ver o clube de Anfield voltar a ter o espaço que tinha no passado, conquistando troféus da maior grandeza, é maior. E muito disso, também, graças ao desempenho de dois dos três brasileiros que lá estão. Roberto Firmino e Philippe Coutinho, principalmente, foram alguns dos muitos jogadores que melhoraram de rendimento após a chegada do carismático treinador alemão, que já havia feito história no Borussia Dortmund.

Na mesma Alemanha onde Klopp fazia história, Roberto Firmino impressionava com o seu desempenho pelo modesto Hoffenheim. Quando foi contratado pelo Liverpool, pelo equivalente a cerca de R$ 140 milhões, o brasileiro não conseguiu fazer nenhum gol nos sete compromissos oficiais sob o comando de Rodgers – que atualmente treina o Celtic, da Escócia. Firmino balançou as redes em seu sexto jogo com Jurgen Klopp, uma inesquecível goleada por 4 a 1, fora de casa, sobre o Manchester City.

Klopp nunca escondeu a sua admiração por Firmino (Foto: Getty Images)

Firmino terminou a temporada como artilheiro do Liverpool no Campeonato Inglês, com dez gols em 31 jogos – juntando todas as competições, foram 11 tentos. Klopp havia ‘pegado o bonde andando’, como se diz. Na atual campanha, quando teve espaço para explicar com calma o que deseja de seus jogadores, durante uma pré-temporada muito proveitosa – segundo o próprio Klopp afirmou -, o desempenho do atacante brasileiro cresceu. Já são 3 gols em 6 jogos do principal certame nacional da Terra da Rainha. Considerando todas as competições, o camisa 11 contabiliza 4 bolas nas redes em 8 jogos.

Números de Firmino na Premier League 2016-17

O futebol de Roberto Firmino, cujo talento era admirado por Klopp desde os tempos de Hoffenheim, cresceu. Mas a evolução de Philippe Coutinho desde a chegada do alemão é de se levantar para bater palmas. Em Anfield desde o início de 2013, o camisa 10 já era um jogador importante e promissor. Ídolos do clube, como o espanhol Luis Garcia, apostavam em seu futuro como grande craque do time.

Coutinho, o rei dos golaços na Inglaterra, é o grande craque deste Liverpool (Foto: Getty Images)

Só que o ex-vascaíno não era o grande protagonista. O Liverpool contava com Luis Suárez e Gerrard quando, ainda sob o comando de Brendan Rodgers, foi vice-campeão da Premier League. Na temporada passada, o brasileiro havia anotado apenas um gol em dez jogos até a chegada de Klopp. De lá para cá, o camisa 10 evoluiu. Ganhou mais confiança no seu futebol e sabe o peso que tem no time. Nos 41 compromissos sob o comando do alemão, foram 15 gols. Na atual temporada, 4 tentos em 8 jogos. Ou seja: tanto ele quanto Firmino deixaram suas marcas em 50% das participações.



GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Vídeo: o 1º ano de Klopp no L’Pool | O time mais empolgante da Inglaterra | Klopp avalia o seu elenco


Armando jogadas pelos lados do campo ou caindo para o meio, com chutes certeiros de pé direito, Philippe Coutinho amadureceu como craque que resolve partidas. O primeiro grande triunfo de Jurgen Klopp no Liverpool já foi um anúncio do que estaria por vir – e se encontra em processo atualmente. No dia 31 de outubro de 2015, o camisa 10 foi o melhor jogador na vitória por 3 a 1, de virada, sobre o Chelsea. Em Londres, o meia-atacante fez dois belíssimos gols e comandou o setor de criação.

(Foto: Getty Images)

Na goleada sobre o City – já citada no texto -, balançou as redes e deu uma assistência. Foi, também, fundamental nas campanhas até as decisões da Copa da Liga Inglesa e da Europa League (na final contra o Sevilla, fez o gol dos Reds no tempo regulamentar).

Lucas Leiva conta com o carinho de Klopp, e segue uma forte liderança (Foto: Getty Images)

Lucas Leiva, o outro brasileiro que defende o Liverpool, talvez seja quem menos tenha evoluído. Só que muito disso por causa da atual fase do volante, que não chega a ser ruim. No entanto, como é um dos atletas com mais tempo de casa no elenco atual, a sua liderança entre o elenco é notável. Também é claro o carinho de Klopp com o jogador.

Melhor ataque e quarta posição, após 7 jogos. Dá pra sonhar com título?

Firmino ficou mais incansável, correndo pelo campo todo e criando mais chances de gol; Coutinho vem assumindo cada vez mais a figura de craque do time, e Lucas segue como uma liderança importante. Atualmente, os Reds estão a dois pontos do líder Manchester City. E se o clube de Anfield tem o melhor ataque do Campeonato Inglês (18 tentos), os brasileiros têm participação direta em quase metade – Coutinho, com duas assistências e 3 gols; Firmino com 3 bolas na rede.

O trabalho de Klopp com os brasileiros foi excelente neste seu primeiro ano de Liverpool. Faltam os títulos, mas levando em consideração a qualidade do futebol jogado pelo time e a simbiose que o treinador está formando com a torcida, dá para imaginar que as taças podem voltar ao glorioso caminho de Anfield nos próximos anos. Trabalho de qualidade, os Reds já têm!


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook