Últimas

CR7 deveria ter ido para o Arsenal, mas Wenger não tinha dinheiro

Olheiro dos Gunners viu o português no Sporting e o levou ao centro de treinamentos do clube londrino, mas a transferência não aconteceu

Ao invés de ter sido pupilo de Sir Alex Ferguson no Manchester United, Cristiano Ronaldo poderia ter sido lapidado por Arsène Wenger no Arsenal. Já imaginou se a história tivesse sido essa? Pois isso poderia ter acontecido…



GOAL VEJA TAMBÉM: GOAL
BR16: A seleção da rodada | “Messi quer ser Peter Pan” | CR7: “Sou o melhor do mundo”


Quem conta o caso é Damien Comolli, que era olheiro do Arsenal e viu um jovem Cristiano Ronaldo chamar atenção no Sporting. Ele levou o português ao centro de treinamentos dos Gunners com o objetivo de levar o gajo para Londres. No entanto, segundo Comolli, a transferência não aconteceu porque o time londrino não tinha dinheiro para contratar o promissor atacante. Meses depois, CR7 acabou se transferindo para o Manchester United.

Confira os números de CR7 nesta temporada de La Liga e da Champions League:

“A primeira vez que eu vi Ronaldo foi no Torneio de Montaigu. Ele tinha 15 anos. Ele jogou contra o Japão antes e eu pensei: ‘o que diabos é isso?’. No intervalo eu liguei para meu contato em Portugal e disse que tinha visto um fenômeno. Desde Thierry Henry, eu nunca tinha visto algo como aquilo”, afirmou o ex-olheiro dos Gunners ao SFR Sport.

“Ronaldo foi ao centro de treinamentos do Arsenal duas vezes. Ninguém sabe disso. Ele conheceu Thierry, que era seu ídolo. No entanto, quando fomos fazer a transferência, o Arsenal não tinha dinheiro. Meses depois, o Manchester United fez uma parceria com o Sporting e fizeram um amistoso em Lisboa. Ele mostrou seu talento e Sir Alex Ferguson disse que ele precisava ir para o United”, finalizou.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook