Últimas

Cuca explica como tenta lidar com cinco problemas do Palmeiras na reta final

Técnico está confiante e busca soluções para manter o time vivo na briga por dois títulos: Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil

A entrevista coletiva de Cuca, nesta sexta-feira (30), indicou que o Palmeiras tem pelo menos cinco problemas para resolver nessa reta final de temporada: variação de estilo de jogo, falta de experiência, preparação física, renovação do contrato do técnico e “fofocas” extra-campo. Porém, nada disso parece incomodar Cuca, que falou sobre tudo e mostrou confiança para saber lidar com cada detalhe.



GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Notícias do Palmeiras | “Palmeirense vai torcer pelo São Paulo” | Saída de Cuca é negada


A polêmica mais recente no Palmeiras foi sobre o estilo de jogo do time, às vezes criticado. Cuca até comentou que trabalha variações de jogadas, mas não se importa que o time faça gols considerados feios na reta final da temporada: “gol é gol. Pensa se você quer o futebol bem jogado faltando 10 jogos para acabar o ano. Tem momento que você não precisa dar espetáculo. Você neutraliza, cria coisas novas, está na hora de trabalhar situações novas, que estou trabalhando, por isso fecho treino. Mas o mais importante de tudo é ganhar. Não vão falar que o time foi campeão jogando bonito ou feio. Vão falar que foi campeão”.

Outro problema para o Palmeiras é lider com a preparação física dos jogadores, afinal, além dos onze jogos do Brasileirão, o time ainda está na disputa da Copa do Brasil. Cuca está otimista porque o próximo jogo contra o Grêmio só será no final de outubro, dia 19: “acho que é bom, você vai ter um tempo melhor para se preparar, para se recuperar. Às vezes o jogador não precisa de recuperação clínica, mas física. Às vezes o jogador dá uma caída, isso pode acontecer em uma sequência grande. É importante o treinamento nesse aspecto. Pretendo fazer com que a equipe dê uma subida nesses dois meses que faltam”.

Cuca só ficou mais alterado quando respondeu sobre os boatos de que ele já assinou um pré-contrato com um time chinês. Ele negou prontamente: “eu queria tanto vir trabalhar aqui, você acha que eu ia fazer uma sacanagem com o Paulo Nobre, com o Alexandre, para prejudicar um trabalho?”. Mas ele não quis falar sobre a renovação do seu contrato, que vale apenas até o final do ano: “não me preocupo com isso. Não quero gastar um minuto da minha energia para me preocupar com contrato. Quero me preocupar com time, com o momento que a gente vive”.


Cuca negou problema interno com Rafael Marques (Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Como já é de costume no Palmeiras, em todos momentos decisivos começam a surgir boatos de problemas internos. O mais recente tratou de uma discussão entre Rafael Marques e Cuca, que minimizou a importância disso: “dizem que ele brigou comigo. Nem ele sabe, nem eu sei. Às vezes você tem situações no vestiário com todos os jogadores. Dizer que houve isso? Para mim não vale nada. A gente nem fala disso, eu falo de campeonato, situações que ocorrem, como o jogo contra o Santa Cruz. Detalho o que vai ser dificuldade, os pontos fortes. É isso que fazemos no vestiário. O resto é fofoca. Se eu for entrar nisso, é Nelson Rubens, Leão Lobo. Não é futebol”.

Números do Palmeiras no Campeonato Brasileiro 2016:

 

Um problema mais grave é falta de experiência do elenco. Cuca já detectou isso e tenta fazer com que o time encare isso naturalmente: “é só não criar ansiedade exagerada. Tem de jogar com naturalidade. O Palmeiras é um time jovem. Até os titulares são jovens. Eles precisam de pessoas que tenham mais experiência. Hoje mesmo, na conversa que tivemos no vestiário, estávamos falando quantos de nós já tínhamos sido campeões brasileiros. São poucos. É uma vontade a mais. Isso é trabalho. Aí que a vontade tem de ser maior. Vamos trabalhar nos nossos limites para sermos campeões”.

O Palmeiras está na liderança do Campeonato Brasileiro, com 54 pontos, e fará seu próximo jogo na segunda-feira (3), contra o Santa Cruz, em Pernambuco, às 20h (de Brasília). Uma derrota lá pode causar um sexto problema para o time, a perda da liderança, caso o Flamengo vença o São Paulo neste sábado (1), no Morumbi, às 16h.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook