Últimas

De coadjuvante a peça chave – como Klopp tirou o melhor de Firmino

O atacante estava estagnado sob o comando de Brendan Rodgers, mas desde a chegada do treinador alemão vem evoluindo e mostrando todo o seu potencial

Jurgen Klopp provavelmente não podia acreditar na sua sorte quando chegou ao Liverpool no ano passado e encontrou Roberto Firmino esperando por ele no vestiário. Klopp estava bem familiarizado com o brasileiro dos seus dias no comando do Borussia Dortmund na Bundesliga, onde Firmino atuou pelo Hoffenheim. Ele era um grande admirador de seu talento e sabia a combinação exata para tirar o melhor do atacante.

Firmino estava afundando nos seus primeiros dias em Anfield, sem gols em seus primeiros seis jogos da Premier League. Brendan Rodgers tinha pago ao Hoffenheim £ 29m pelo atacante, no verão de 2015, enquanto Firmino estava com a Seleção Brasileira na Copa América, mas o irlandês teve pouco ou nenhum retorno, antes de ser demitido após um empate derby de Merseyside contra o Everton.

Firmino estava em terra de ninguém. E não só ele. O Liverpool e o jogador estavam desesperadamente em busca de inspiração, objetivos e identidade. Klopp conseguiu emergir isso do Liverpool desde que assumiu o comando do time, e finalmente trouxe o melhor do brasileiro de 25 anos.

 Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação

Firmino aprendeu muito no Hoffenheim – o suficiente, é claro, para ganhar um lugar ao lado de Neymar na equipe do Brasil – , mas uma coisa que talvez nunca aprendeu sobre ele era sua melhor posição. Ele era uma presença polivalente, jogava em muitos papéis diferentes e pelo seu estilo, a sua adaptação à Premier League deveria ter sido um pouco mais fácil, pelo menos na teoria. No entanto, todos sabiam que seria necessário um tempo para o atacante deixar sua marca para o Liverpool.

O brasileiro marcou um gol e deu duas assistências no jogo contra o Manchester City em novembro mostrando pela primeira vez ao público britânico o quão longe ele pode ir, e terminou a temporada com mais gols e assistências do que qualquer outro jogador do Liverpool. Klopp reconstruiu o ataque do Liverpool com Firmino se tornando a peça central.

“Ele é realmente um bom jogador e ama o que está fazendo”, disse Klopp.

Números de Firmino na Premier League 2016-17

O Liverpool fez uma limpeza no seu elenco, com 14 jogadores deixando o clube de forma permanente e mais nove por empréstimo. Klopp manteve em torno aqueles que entendem as suas demandas e que permanecem fiéis aos seus desejos. Firmino lidera a equipe de frente figurativa e literalmente.

“Ele é um bom companheiro de equipe de todos os outros caras”, disse Klopp. “Ele adora trabalhar para eles.”

Por toda a sua transparência e criatividade com a bola, Firmino também é favorecido pelo seu treinador para ser o um tipo de porta-voz na imprensa. Suas características mostram que ele é o melhor homem para o trabalho, e não Daniel Sturridge e certamente não Mario Balotelli ou Christian Benteke que saíram.

Firmino não é um tacante completo, mas o Liverpool sabia disso quando o contratou. Ele é um jogador sem uma posição facilmente identificável. Klopp diz de si mesmo que ele é atualmente um treinador sem formação preferida. “Para mim é um grande prazer trabalhar com ele”, disse o comandante. Um complementa o outro perfeitamente.



GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Vídeo: o 1º ano de Klopp no L’Pool | O time mais empolgante da Inglaterra | Klopp avalia o seu elenco



Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook