Últimas

De Edu Gaspar a André Santos: relembre todos os brasileiros treinados por Arsène Wenger

Técnico francês já escalou nove atletas do país e conseguiu diferentes resultados com eles

Durante os 20 anos em que comandou o Arsenal, o técnico Arsène Wenger colocou nove brasileiros para jogar. Alguns tiveram enorme sucesso, como Edu Gaspar e Gilberto Silva. Já outros passaram discretamente ou irritaram a torcida, como Juan e André Santos. Ainda existem uns que até foram contratados pelo Arsenal, mas nunca foram escalados por Wenger em uma partida oficial.



GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Notícias do Arsenal | Aposentadoria de Tévez | Rashford quer seguir CR7


Edu Gaspar e Gilberto Silva fizeram parte da época mais vitoriosa do Arsenal. O primeiro chegou ao time em janeiro de 2001 e conquistou sete títulos, sendo tri do Campeonato Inglês. Gilberto Silva teve um título a menos, até porque chegou em 2002 apenas, mas fez mais jogos (237 contra 127) e gols (24 contra 15) do que Edu.

Pouco antes deles brilharem, quem tinha aberto as portas para os brasileiros no Arsenal tinha sido Sylvinho, primeiro jogador do país a atuar no time inglês. Ele fez uma boa temporada de estreia, mas depois virou reserva e saiu para o Celta de Vigo. Ao todo disputou 86 jogos.


Edu comemora ao lado de Bergkamp (Foto: Getty Images)

Nos anos seguintes, o Arsenal teve mais três brasileiros que conseguiram um sucesso razoável: Eduardo da Silva foi contratado em 2007, ficou três anos, fez 22 gols em 67 jogos e ficou marcado por uma grave contusão que sofreu em 2008 defendendo o clube; Denilson, revelado no São Paulo, chegou com 18 anos, ficou por cinco anos, teve desempenho razoável e disputou 153 jogos; e Júlio Baptista, que disputou apenas uma temporada, emprestado pelo Real Madrid, e fez 10 gols em 35 jogos.

Os casos de menos sucesso foram dos laterais esquerdos Juan e André Santos. O primeiro, revelado no São Paulo, chegou em 2001 e até ficou por três anos no clube, mas foi emprestado e fez apenas dois jogos. Já André foi contratado de forma surpreendente em 2011 e recebeu muitas críticas. Sofreu com lesões e ainda cometeu erros demais. Fez três gols e saiu após 33 jogos disputados. 


Wellington só disputou amistosos pelo Arsenal (Foto: Getty Images)

O Arsenal também já apostou em contratar jovens brasileiros para dar experiência e depois aproveitar, mas Pedro Botelho e Wellington, por exemplo, nunca conseguiram jogar no time profissional. Eles foram emprestados para diferentes times espanhóis, mas nunca receberam chances quando voltaram ao Arsenal. Voltaram ao Brasil para jogar no Atlético-PR e no Fluminense, respectivamente.

Atualmente, apenas um brasileiro é treinado por Wenger, o zagueiro Gabriel Paulista. Ele foi contratado junto ao Villarreal em janeiro de 2015, disputou 38 partidas pelo clube e fez um gol. Já foi titular absoluto, mas agora está em xeque por ter sofrido uma lesão no começo da temporada.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook