Últimas

Djalminha defende dribles de Neymar, e escolheria o brasileiro no lugar de Messi e CR7

Exclusivo! Apesar de considerar Messi o melhor do mundo, o ídolo do La Coruña escolheria o camisa 11 do Barça por amor à Seleção Brasileira


GOAL Por Tauan Ambrosio 


“Se todos conseguissem fazer isso, jogando futebol, todos fariam”, disse Djalminha, com exclusividade para a Goal Brasil, ao ser perguntado a respeito das críticas que Neymar vem recebendo pelo (acredite!) excesso de dribles.

O ex-jogador sabe muito bem sobre o que está falando. Afinal de contas, fez história no futebol espanhol. Com dribles, gols, assistências e jogadas espetaculares ele ajudou o Deportivo La Coruña a conquistar os seus maiores troféus.

Ao todo, Djalminha conquistou um título espanhol (2000), uma Copa do Rei (2002) e duas Supercopas da Espanha com a equipe galega. Títulos históricos, aliás, parecem ser uma herança em seu DNA. Filho de Djalma Dias, craque da zaga que participou do título carioca do América em 1960, o ex-meia reconhece que a sua família proporcionou – honrando o sobrenome – dias inesquecíveis para torcedores de ambos os clubes.

Dias inesquecíveis, pai e filho proporcionaram, respectivamente, para América e La Coruña

“É uma boa comparação. Eu acho que o grau de dificuldade é mais ou menos igual, mas tudo passa por você ter grandes equipes. O América naquele momento tinha uma grande equipe, o La Coruña também tinha e conseguiu. Mas eu acho que a dificuldade é mais ou menos a mesma, até porque foi o último título que o América ganhou, e o La Coruña foi o primeiro e único até agora”.

E será que se Neymar tivesse optado pelo La Coruña ao invés do Barça, conseguiria levar o Deportivo a um segundo título espanhol?

“Se, de repente, ele tivesse uma grande equipe ao seu lado, companheiros bons, ele conseguiria. Se ele entra no La Coruña de hoje, com certeza não conseguiria (risos). Isso depende muito da sua companhia, porque ninguém ganha nada sozinho. Hoje ele ganha, também, mais fácil as coisas pelas companhias que tem no Barcelona”, explicou o comentarista dos canais ESPN Brasil, que acredita na possibilidade de o camisa 11 poder, futuramente, ser um dos maiores brasileiros do futebol na terra da paella. Para que isso aconteça, é lógico que o drible objetivo é tão importante quanto encantador.



GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Fla ou Palmeiras? Djalminha responde! | Djalminha: “Dunga não era o culpado” | Tite, o novo ‘parça’ de Neymar


 “Acho que as pessoas nem criticam pelo excesso de drible, acho que estão criticando por achar que ele está debochando, provocando, o adversário”, disse. “O problema é que as pessoas não conseguem e ficam irritadas com os que conseguem, com os que driblam eles toda hora; que dão lençol e caneta. Eu acho que é normal essa irritação, mas se os que criticam soubessem fazer isso fariam igual. Mas como eles não sabem, eles criticam”.

Djalminha, em ação pelo Deportivo La Coruña. Até hoje, o brasileiro é reverenciado na Espanha (Foto: Getty Images)

Neste sábado (15), o La Coruña – onde Djalminha é idolatrado até hoje – enfrenta o Barcelona pela 8ª rodada do Campeonato Espanhol. Messi, que voltou a treinar com o elenco, parece recuperado da lesão na coxa e tem chances de jogar. O argentino é, na opinião do entrevistado, o melhor jogador do mundo. Mas se tivesse que escolher entre o camisa 10 do Barça, Neymar ou Cristiano Ronaldo para o seu time, a opção seria pelo compatriota.

“Escolheria o Neymar porque sou brasileiro, e na Seleção Brasileira não cabem os dois”, disse, sem conseguir esconder a torcida.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook