Últimas

Em números, Felipe Vizeu dá um banho em Paolo Guerrero que segue intocável

Jovem atacante tem aproveitamento superior ao do camisa 9 mas é apenas a terceira opção do técnico Zé Ricardo

Após a convocação de Paolo Guerrero e a suspensão de Leandro Damião, Felipe Vizeu voltou a ter uma oportunidade como titular no Flamengo. O jovem de 19 anos balançou as redes e abriu o caminho da vitória Rubro-Negra sobre o Santa Cruz, no Pacaembu, no último final de semana.

 

Foi a quinta vez que o atacante marcou neste Brasileirão, mesmo número de gols que Guerrero. Porém, Vizeu esteve em campo como titular em 10 oportunidades contra 14 do peruano. 

 


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

 

Em média, o jovem atacante marca um gol a cada 159 minutos, enquanto Guerrero precisa de 245 para balançar as redes.  Apesar de números relevantes, Vizeu se tornou a terceira opção do técnico Zé Ricardo, que tem Leandro Damião brigando pela vaga no ataque com 2 gols em oito partidas.

 


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

 

Sempre que o Flamengo precisa, o camisa 47 está lá, e já decidiu jogos importantes como no duelo contra o Atlético-MG pelo primeiro turno do Campeonato Brasileiro, Vizeu balançou as redes duas vezes e deu a vitória ao time Rubro-Negro.

 


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

 

Mesmo vivendo um momento de ascenssão, Felipe Vizeu segue lutando por espaço no time, após o gol contra o Santa Cruz, o jovem atacante desabafou e caiu no choro. Depois da partida ele afirmou estar se dedicando muito para aproveitar as oportunidades.

 

“Fiquei muito feliz, estava há um bom tempo sem atuar como titular. Cada gol que faço é muito emocionante para mim. Venho me dedicando ao máximo nos treinamentos. E, durante a semana, disse que aproveitaria uma oportunidade que tivesse. Graças a Deus, aproveitei logo a primeira.”

 


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

 

Os números de Vizeu contestam ainda mais a história de Paolo Guerrero no Flamengo, desde que chegou ao clube o peruano está devendo, além de balançar as redes poucas vezes, o aproveitamento do time sem o camisa 9 é muito superior.

 

Com Guerrero em campo, o Flamengo tem 57,1% de aproveitamento e um saldo de 2 gols pró. Sem o peruano, o time Rubro-Negro soma 73,3% de aproveitamento e um saldo de 12 gols pró. 

 


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

 

É visível que com o camisa 9 ao invés de um goleador e uma referência no ataque o time ganha um bom pivô, com Felipe Vizeu o time ganha um artilheiro além de um atacante que se posiciona muito bem dentro da área adversária.

 

Apesar disso, a cúpula Rubro-Negra trata Felipe Vizeu com cautela, diferente do que o Palmeiras fez com Gabriel Jesus, onde após o jovem atacante se destacar foi ganhando cada vez mais sequência e confiança da diretoria. O resultado disso foi a camisa 9 da Seleção Brasileira e uma grande receita com a venda do jogador para o Manchester City.

 


(Foto: Lucas Figueiredo / MoWa Press / Divulgação)

 

O mesmo que faz o Santos ao apostar em seus jovens talentos dando sequência para que eles se desenvolvam e se tornem estrelas mesmo com pouca idade, o caso mais recente foi o de Gabigol que hoje defende a Inter de Milão.

 

Na próxima rodada, o Flamengo encara o clássico contra o Fluminense em Volta Redonda. Com Guerrero e Damião de volta, é bem provável que Vizeu vire, outra vez, a terceira opção do treinador.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook