Últimas

Família de Piqué apoia decisão de deixar a Seleção Espanhola

Cansado de polêmicas, o zagueiro do Barcelona disse que, após a Copa de 2018, não vai mais jogar pela Espanha

A Seleção Espanhola venceu, fora de casa, a Albânia por 2 a 0 e lidera a sua chave nas Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2018. Mas o que virou assunto foi uma polêmica envolvendo o zagueiro Gerard Piqué, do Barcelona.



GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Crônica: Albânia 0x2 Espanha | Eliminatória: classificação! | La Liga: a tabela que ajuda o líder


O jogador entrou em campo com uma pequena parte da manga de sua camisa cortada. Segundo o próprio atleta disse depois, a atitude teve um simples motivo: a camisa estava apertada. Entretanto, alguns consideraram isso uma afronta e desrespeito às cores do país. O fato de Piqué ser um ferrenho defensor da independência da Catalunha não ajudou em nada.

O detalhe na manga da camisa reserva da Espanha (Foto: Getty Images)

Piqué cortou a manga, que estava apertada… mas o que não aliviou foi a polêmica (Foto: Getty Images)

Mas como sempre buscou dar o seu melhor com a Seleção Espanhola, o zagueiro se cansou da polêmica e declarou que vai deixar a equipe nacional após o Mundial de 2018. As reações foram das mais variadas, mas em casa Piqué vem recebendo apoio.

Durante a apresentação da autobiografia de Johan Cruyff, o pai de Gerard manifestou apoio ao filho: “ele disse o que disse, e eu apoio as suas declarações”, afirmou Joan Piqué.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook