Últimas
feliz

Feliz Deserto: Milhares de fiéis prestam homenagem à Nossa Senhora Mãe dos Homens

Neste Domingo (16), a cidade de Feliz Deserto foi tomada por romeiros de várias regiões do Brasil que foram acompanhar a procissão de nossa Senhora Mãe dos Homens até Piaçabuçu.

Os romeiros, como são chamado os fiéis, do Brasil, mas especialmente do interior do estado, participam da procissão para pagar promessas, pedir graças e homenagear a protetora dos cavaleiros e peregrinos.

Durante o percurso de 23 km pela rodovia Al 101 Sul é consumido muita água, por isso, os ambulantes aproveitam para vender durante a procissão, foram feitas quatro paradas que são elas: na capela São José do Povoado Flexeiras, no Trevo do Distrito Pontal do Peba, na entrada do Povoado Bonito e a última no Sítio Dendezeiro, onde acontecerá mais uma missa celebrada pelo Pároco Padre Rosalvo dos Santos. Às 15:00hs a imagem sairá em direção a cidade de Piaçabuçu.

img_20161016_151920

Foto cortesia

A estimativa da Polícia Militar, aproximadamente 15 mil pessoas acompanharam a imagem da Nossa Senhora em procissão

Uma das particularidades da festa são as fitinhas colocadas no andor da imagem que no encerramento são distribuídas aos romeiros.

Para acompanhar o trajeto os fiéis utilizam os mais variados meios de transportes, como carros, cavalos e principalmente seguindo o trajeto a pé.

No ultimo dia do ano, os romeiros irão refazer o trajeto para devolver a imagem em sua cidade de origem.

Abnegação

A devoção à Santíssima Virgem Maria, invocada como Nossa Senhora Mãe dos Homens, surgiu em Portugal, no século XVIII. Foi iniciada por Frei João de Nossa Senhora, do Convento de São Francisco das Chagas, em Xabregas, um bairro de Lisboa.

Frei João era um exímio pregador, um verdadeiro literato, chegando a ser conhecido como “o poeta de Xabregas”. Com esta facilidade de oratória, pregava sempre e em todo canto, empunhando sempre um crucifixo em suas mãos, convocando o povo à conversão e à volta para Deus por meio de Maria, a Senhora Mãe dos Homens.

A imagem, desejada pelo iniciador da devoção e esculpida por José de Almeida, apresentava a Virgem Maria, medindo seis palmos de altura, com a mão direita erguida abençoando, e, no braço esquerdo, o Menino Jesus.

Carregando a imagem por onde ia, sempre preocupado com a conversão das pessoas, a todos Frei João ensinava a seguinte jaculatória: “Virgem Mãe de Deus e Mãe dos Homens, lançai-nos a vossa bênção”.

Em 1758, em seu próprio Convento, na cidade de Lisboa, Frei João de Nossa Senhora faleceu santamente, deixando atrás de si uma multidão de devotos de Nossa Senhora Mãe dos Homens e um legado que, dali, se expandiria por vários lugares do mundo.

Esta devoção chegou, segundo alguns relatos, ao Brasil trazida pelo Irmão Lourenço de Nossa Senhora, que fundou a Ermida e o Hospício de Nossa Senhora Mãe dos Homens, no ano 1774.

 

Da redação com Piacabucunews

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook