Últimas

Fla precisa somar gols de Damião, Guerrero e Vizeu para chegar ao número dos artilheiros do Brasileirão

Média de gols dos centroavantes do Rubro-Negro está abaixo dos principais concorrentes ao título do Brasileirão

Três pontos separam Flamengo e Palmeiras, vice-líder e lider do Campeonato Brasileiro na tabela de classificação. Antes do empate rubro-negro diante do São Paulo na capital paulista, a diferença entre as duas equipes era de apenas um.

 

Apesar de seguir na cola do time alviverde, o Flamengo viu o Atlético-MG se aproximar na última rodada. Agora, o Galo soma 53 pontos contra 54 do Rubro-Negro.

 


(Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG / Divulgação)

 

Restam apenas dez rodadas para o término do campeonato, e cada ponto será decisivo para a conquista do título. Se quiser assumir a ponta da tabela, o time do técnico Zé Ricardo vai precisar melhorar a pontaria de seus atacantes.

 

Com 11 gols, o palmeirense Gabriel Jesus é o artilheiro do Brasileirão ao lado de Robinho, do Atlético-MG. Já Paolo Guerrero, camisa 9 rubro-negro, tem apenas cinco. Leandro Damião, que chegou há pouco mais de três meses, foi as redes em duas oportunidades enquanto Felipe Vizeu marcou quatro tentos.

 


(Foto: Cesar Greco / Agência Palmeiras / Divulgação)

 

Ou seja: para chegar ao número de Jesus e Robinho é necessário somar o número dos três centroavantes do elenco rubro-negro. 

 

Na partida contra o São Paulo, por exemplo, faltou pontaria à equipe de Zé Ricardo, que não saiu do 0 a 0 com o Tricolor Paulista. Em outras oportunidades, mesmo sem a eficiência do centroavante, o time acabou resolvendo. 

 


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

 

O meia Alan Patrick já foi as redes em quatro oportunidades com a camisa rubro-negra, lembrando que, desde a chegada de Diego, ele foi para o banco de reservas mas segue entrando com frequência durante as partidas. Mancuello, outro reserva, já marcou três gols – assim como o próprio Diego. 

 


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

 

Nas próximas dez rodadas, o “homem-gol” pode ser decisivo para definir de que lado a taça ficará. Depois do Santa Cruz, o Rubro-Negro tem o complicado clássico contra o Fluminense, em Volta Redonda. Em seguida, enfrenta o Internacional, que briga contra o rebaixamento, no Beira-Rio. 

 

A única certeza que fica é que a precisão dos atacantes precisa melhorar de forma considerável não só na briga pelo título mas já pensando na Libertadores 2017, competição para a qual o Flamengo está praticamente classificado. 


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook