Últimas

Horário de verão: musas dão dicas para aproveitar tardes mais longas

O verão ainda não veio, mas o novo horário está chegando. A partir da meia-noite deste sábado, 15, os moradores de dez estados brasileiros e do Distrito Federal, devem adiantar os relógios em uma hora. Para celebrar os 60 minutos a mais de sol e calor, as musas Fernanda D’avila, Mulher Melão, Bella Falconi, Renata Santos e Denise Dias deram dicas para aproveitar o novo horário e contaram o que mais gostam de fazer nos dias mais longos do ano. Confira:

Bella Falconi (Foto: Reprodução / Instagram)Bella Falconi (Foto: Reprodução / Instagram)

Bella Falconi
“Para nossa saúde o dia mais longo é muito bom, aproveitamos mais o sol e temos a possibilidade de fazer atividade física após o pôr do sol. A única preocupação nesta época do ano é o sono!

Para quem acorda muito cedo, os primeiros dias são mais dificeis e muitos, por ter a noite mais curta, acabam se esquecendo da importância de 8 horas de sono! O mais importante é lembrar sempre que nosso organismo se adapta e logo a nova rotina é absorvida pelo corpo.

Minhas dicas são: mantenha as 8 horas de sono; reprograme as suas refeições para o novo horário; e faça exercício físico, pelo menos um aeróbico no final da tarde. Isso vai ajudar ainda mais na qualidade do sono”.


Mulher Melão (Foto: Roberto Teixeira / EGO)Mulher Melão (Foto: Roberto Teixeira / EGO)

Mulher Melão
“Amo o horário de verão, o dia não acaba nunca, dá pra fazer tudo que eu quero. Minhas dicas são: beber muita água e fazer refeições mais leves, que não exijam muito esforço do organismo para a digestão.

Na primeira semana do horário de verão, eu marco horários para todas as minhas atividades. Isso evita a fome fora de hora e um cansaço exagerado”.


Fernanda Davila - Paparazzo Inéditas Grupo 2 (Foto: Marcos Serra Lima / Paparazzo)Fernanda D’avila no Paparazzo
(Foto: Marcos Serra Lima / Paparazzo)

Fernanda D’avila
“No horário de verão, parece que o meu dia rende muito mais, pois tenho o costume de dormir tarde. Então não tenho problema com a mudança.

Faço tudo que não faço durante o dia na parte da tarde tranquilamente, gosto de treinar com mais calma e ainda sobra tempo pra curtir um jantar com os amigos e o maridão no final do dia.

As dicas para esse período são: dormir um pouco mais cedo; evitar televisão e celular antes de dormir porque é viciante e, com isso, acaba retardando o sono; e, por fim, é bom evitar alimentos pesados, bebidas alcoólicas ou ricas em cafeína e energéticos”.


Renata Santos (Foto: Isac Luz/ EGO)Renata Santos (Foto: Isac Luz/ EGO)

Renata Santos
“Estou sempre na correria para conseguir fazer tudo o que quero. Como o dia fica mais longo, acabo ficando menos ansiosa para cumprir minhas metas.

Gosto de mexer no celular ou assistir televisão perto da hora de dormir, então três dias antes da mudança de horário já começo a abandonar esse hábito para relaxar mais cedo e ter um sono tranquilo. Também começo a programar minha ativadade física para três horas antes de dormir. O exercício libera endorfina e, depois de cinco horas, o corpo começa a relaxar. Isso é ótimo para quem tem o sono prejudicado com o horário de verão, como eu.

Outra dica é acender as luzes mais intensas da casa quando acordar de manhã. Assim a informação que o dia já começou chega com mais força à área mais profunda ao cérebro. Sempre faço isso”.


Denise Dias (Foto: Marcos Serra Lima / EGO)Denise Dias (Foto: Marcos Serra Lima / EGO)

Denise Dias
“Posso aproveitar a praia até o último minuto com o horário de verão e aproveito para fazer treino funcional na praia ao entardecer. Esse horário combina com estilo de vida do carioca, é perfeito!

Sempre tento começar a mudança alguns dias antes, indo deitar mais cedo. No dia da mudança de horário, mantenho um ritmo mais leve, até sentir que meu organismo está acostumado com a mudança. Evito sair e voltar tarde demais para casa.

No dia seguinte, acordar fica mais difícil que o normal e acaba atrapalhando a semana toda. Evito consumir alcóol e café depois das 19h até o corpo se acostumar com a mudança de horário”.


Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook