Últimas

João Paulo: " Pesquisas mostram cenário de segundo turno. População reconhece nosso trabalho"

Antes de realizar a tradicional sessão de medicação e iniciar a agenda no dia das eleições, João Paulo, candidato à prefeitura do Recife pelo Partido dos Trabalhadores (PT) falou sobre o pleito, em uma conversa na sede do comitê do partido, na Avenida Agamenom Magalhães. “As pesquisas nacionais mostram o cenário de segundo turno, apenas algumas locais mostram diferente. Mas percebo que a população reconhece o nosso trabalho. Não posso acreditar em uma eleição decidida no primeiro turno. Quem vai julgar é o povo, mas andando pela periferia a gente percebe primeiro o tratamento dele com oa servidores, sem diálogo, massacrando o pessoal e se essa camada que presta serviço à população tá insatisfeita já é algo muito ruim”.

Sobre a gestão do candiato à reeleição, o prefeito Geraldo Julio, João Paulo disse: “Notamos uma queda na qualidade do atendimento nas três maternidades nos postos de saúde, falta fralda para criança, para idoso, falta remédio. Vemos na periferia as ruas com muito lixo, creches fechadas. Então são situações que revelam muito.”

Entusiasmado, o petista disse estar confiante no poder da militância: “Enfrentamos um candidato que tem mais tempo de televisão, tem duas máquinas do governo, então eu estou muito tranquilo da minha missão, do papel de uma militância apaixonada. Toda essa carga de energia positiva só pode trazer um resultado positivo. Na agenda, o candidato deve acompanhar adolescentes na votação. “O primeiro voto é um momento importante e nesse cenário atual o primeiro voto ser no PT é extraordinário”. 

 

Após a breve entrevista, João Paulo seguiu para meditar, apostando no resultado da prática tradicional para o sucesso da campanha: “A meditação transcendental é comprovada cientificamente como redutora de estresse e quando feita em grupo ela tem um impacto positivo. Mantenho essa velha tradição, principalmente nas eleições majoritárias”,acrescentou.

 

Com informações do repórter João Vitor Pascoal


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook