Últimas

Liverpool no topo, DVDs e sem Harry Potter – O mundo quando Wenger foi para o Arsenal

Francês dirige os Gunners desde 1996 e o mundo mudou muito desde quando ele desembarcou em Londres

1º de outubro de 2016 marca 20 anos da chegada de Arsène Wenger ao Arsenal, vindo do Nagoya Grampus Eight. Apelidado de “Le Professeur” em seus primeiros meses na costa britânica, Wenger certamente ensinou muito a Premier League na sua longa permanência no Emirates Stadium, com altos e baixos e longa espera por títulos.

O gerente mais antigo na história do Arsenal, e só em segundo lugar na longevidade na primeira divisão (atrás apenas de Alex Ferguson), o francês assistiu o futebol e o mundo mudando enquanto seu cargo era mantido e a Goal relembra algumas coisas da época que ele assumiu.


NO FUTEBOL…


– O Manchester United era o atual campeão da Premier League (o 10º título da primeira divisão).

– Alan Shearer, artilheiro da divisão com 31 gols na temporada anterior, tinha acabado de ir para o Newcastle United, vindo do Blackburn Rovers, por um recorde mundial de £ 15 milhões.

– O Arsenal estava em terceiro na tabela em 1º de Outubro, com 17 pontos em oito jogos, três atrás do líder do campeonato – o Liverpool de Roy Evans.

– O atual campeão de hoje, o Leicester City, estava em 10º com 11 pontos.

– José Mourinho tinha acabado de chegar ao Barcelona como assistente de Bobby Robson. Pep Guardiola estava naquela equipe. Jürgen Klopp estava jogando no Mainz.

– A Alemanha tinha acabado de ganhar a Euro 96, batendo a República Checa na final em Wembley.

– João Havelange era presidente da Fifa e Joseph Blatterseu secretário-geral.

– Ronaldo Fenômeno estava prestes a ser nomeado o mais jovem vencedor do Jogador do ano da Fifa. A Bola de Ouro iria para Matthias Sammer.

– A Major League Soccer tinha apenas seis meses de idade.

– A Juventus era a campeã da Europa, tendo batido o Ajax nos pênaltis na final da Champions League, em Roma.

– Jeff Reine-Adelaide, que atuou recentemente sob o comando de Wenger nesta temporada, não havia nascido.

– David Beckham não tinha encontrado Victoria.


NO ESPORTE…


– Donovan Bailey detinha o recorde mundial dos100 metros rasos (9,84 segundos); Michael Johnson estava com o recorde dos 200 metros: 19,32s. Ambos foram alcançados nos Jogos Olímpicos de 1996, em Atlanta, onde Carl Lewis ganhou o seu quarto e último ouro no salto em distância aos 35 anos.

– Andre Agassi foi o campeão olímpico de tênis, mas Pete Sampras estava no topo do ranking mundial da ATP. Número um do mundo atualmente, Novak Djokovic era uma criança de nove anos de idade, treinando em Belgrado.

– Damon Hill tornou-se o primeiro filho de um campeão de Fórmula 1 a ganhar seu próprio título, batendo o companheiros de Williams, Jacques Villeneuve.

– Michael Jordan tinha sido nomeado MVP com o Chicago Bulls vencendo a final da NBA contra o Seattle SuperSonics por 4 a 2 na série.

– Tiger Woods era um profissional de golpe de dois meses de experiência.


NO MUNDO…


– O príncipe Charles e Diana, princesa de País de Gales, se divorciaram em agosto.

– O Nintendo 64 tinha sido acabado de ser lançado no Japão.

– Jagged Little Pill, de Alanis Morissette, foi topo da parada da Billboard nos Estados Unidos com o álbum mais vendido do ano.

– O primeiro livro de Harry Potter ainda estava sendo escrito.

– Bill Clinton era presidente dos Estados Unidos. Atual candidato republicano, Donald Trump estava trabalhando como produtor executivo do concurso de beleza Miss Universo.

– O Japão apresentava sua mais nova invenção: O DVD.

– A ovelha Dolly tornou-se o primeiro mamífero a ser clonado com sucesso.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook