Últimas

Maior youtuber do Brasil, Whindersson Nunes atribui o sucesso a Deus  

4/10/2016 – 21:21

Criado na Assembleia de Deus tem 12,646,621 inscritos em seu canal, passando Porta dos Fundos



Maior youtuber do Brasil, Whindersson Nunes atribui o sucesso a Deus   Whindersson Nunes atribui o sucesso a Deus  

O piauiense Whindersson Nunes, 21 anos, passou o Porta dos Fundos e agora é o dono do maior canal do YouTube no Brasil. Atualmente ele tem 12.646.621 inscritos em seu canal, enquanto o canal de humor de Fabio Porchat e companhia possui 12.630.068.

Whindersson ficou famoso por causa de suas paródias musicais, que incluem de Adele a Luan Santana. Recentemente começou uma nova carreira como dublador, fazendo um dos personagens de A Era do Gelo 5.

Em postagens nas redes sociais nesta terça-feira (4), ele comemorou a conquista do primeiro lugar no Youtube com um longo texto. “Não sei no que você acredita, meu amigo, mas eu não cheguei aqui sozinho, e quando me perguntam ‘Whindersson, parabéns, tu agora é o MAIOR CANAL DO YOUTUBE DO BRASIL! Como tu conseguiu isso só com uma câmera, sem camisa, sem microfone, sem cenário, só com uma camerazinha?’ Eu sempre respondo, ‘Pergunta pra Deus’”, escreveu.

A foto que ilustra a postagem o mostra apontando para cima, como fazem alguns jogadores de futebol evangélicos após marcar um gol.

O contraste do trabalho do jovem com o PDF é bastante grande. Enquanto ele faz tudo sozinho, e faz shows de stand up pelo país – mesclando piadas e música – o Porta reúne vários roteiristas, tem grandes patrocínios e o apoio da grande mídia por causa dos outros trabalhos de seus integrantes na TV e no cinema.

Outro aspecto que chama atenção é que no humor “vale tudo”, os esquetes de Gregório Duvivier e sua turma por várias vezes provocaram indignação por ridicularizarem as religiões, sobretudo as crenças cristãs. Já Whindersson passou alguns anos de sua infância frequentando uma Assembleia de Deus onde, segundo ele mesmo, aprendeu a falar em público e a tocar instrumento.


Fonte: Gospelprime.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook