Últimas

Ninho do Urubu: Paulo Nobre e Bandeira de Mello: A verdade sobre os culpados

“Há anos clubes reclamam de arbitragem e possíveis favorecimentos. Mas o que acontece quando chegam as eleições? Reelegem o sucessor Del Nero, o Coronel Nunes”




GOAL Por Bruno Guedes


Paulo Nobre vai para a coletiva, reclama de arbitragem de um jogo que não era do Palmeiras e se diz prejudicado por causa de um gol ilegal que foi justamente anulado. Dois dias depois é o Bandeira de Mello quem vai à imprensa e reclama do festival de erros em um jogo que não era do Flamengo. Sabe quem está certo nesses dois casos? É a CBF. Sim, a CBF. Porque ela ainda comanda o futebol brasileiro com o aval desses dois clubes e todos os demais da Série A.

 

Há anos nós vemos os clubes da Série A, que são os politicamente mais fortes e ricos, reclamando de arbitragem e possíveis favorecimentos a esse ou aquele time. Reclamam da CBF, falam que vão romper com a entidade, chamam coletiva e falam que estão de “saco cheio”. Mas o que acontece quando chegam as eleições? Reelegem o sucessor do Marco Polo del Nero, o Coronel Nunes. Na prática, não era eleição alguma, somente, como dizemos no popular, “tirando o dele da reta” em meio aos escândalos de corrupção.


(Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Ele tem capacidade”, disse Paulo Nobre, presidente do Palmeiras, quando foi perguntado sobre o voto em Coronel Nunes para presidente da CBF. Sim, o Paulo que agora reclamam, aceitou por aclamação, com os outros times de São Paulo, votar nele. Até mesmo o Roberto de Andrade, que disse que não teria mais diálogo com a Confederação, após a saída do Tite. Alguém viu alguma manifestação do Roberto após aquele dia? Nenhuma.  



GOALLEIA MAIS: GOAL
Os principais erros de arbitragem do BR16 | Bandeira: “O Fla não é beneficiado” | Os erros pró-Palmeiras



E o Bandeira de Mello? Lembram quem chefiou a delegação da Seleção Brasileira na Copa América? Sim, foi ele. O mesmo que rompeu para a criação da Primeira Liga, que se desenhava um grande futuro contra os desmandos da CBF, mas se tornou apenas mais um campeonato no covarde calendário brasileiro. E sem o engajamento dos clubes que agora reclamam que estão sendo “prejudicados”. Cadê cada um deles para a criação de uma Liga séria e rompimento DEFINITIVO com a Confederação?

 


(Foto:Gilvan de Souza / CR Flamengo / Divulgação)

Não há prejudicados ou adjudicados. Há sim, complacentes com o que ocorre no futebol do Brasil. Flamengo ou Palmeiras (Corinthians, Vasco, Fluminense, São Paulo, Botafogo…), todos são responsáveis pelo o que acontece agora. Ninguém pode reclamar, todos ajudaram na falência do esporte no país. E na próxima eleição, novamente votarão no candidato do del Nero e falarão: “Ele tem capacidade”.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook