Últimas

"No dia em que Messi deixar o futebol, será como o dia em que seu pai morrer", diz Piqué

Zagueiro voltou a elogiar seu companheiro de equipe: “Ele é único”

Gerard Piqué em estado puro. O zagueiro do Barcelona concedeu uma entrevista para a TV3 e falou abertamente sobre algumas questões, principalmente sobre Lionel Messi, que retorna de lesão no tendão e deve reaparecer na partida contra o Deportivo.

“Messi tem sido único. No dia em que partir será como o dia em que seu pai morrer, e vai custar para nos mantermos competitivos”, disse.

“Não haverá mais Messis e nem esperamos isso. Assim como não haverá uma geração de Xavi, Busi, Iniesta, Puyol ou eu… Espero que isso aconteça, mas realmente não acredito”, completou.

Questionado sobre Neymar, o zagueiro também elogiou o brasileiro e lembrou os seus compatriotas.



GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Mascherano: uma aposta arriscada | Fifa promete “BdO boleiro” | Bale renova com o Real


“Ney é um grande jogador, assim como tivemos Romário, Ronaldo, Rivaldo ou Ronaldinho”, apontou.

Por fim, Piqué ainda deixou a porta aberta à ideia de um dia ser presidente do clube.

“Quando digo as coisas elas são verdadeiras, quero ser presidente do Barcelona. É esse o passo que gostaria de dar quando me retirar. Não me vejo como treinador, penso que não ia desfrutar tanto. Como presidente poderia fazer muitas coisas boas por este clube porque é isso que me dá paixão”, concluiu.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook