Últimas

Nobre diz que Brasileirão pode ser decidido por causa de pressão externa do Fla

Presidente do Palmeiras acredita que o campeonato pode ficar manchado por ser decidido fora de campo

O presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, ficou revoltado com o que aconteceu no jogo entre Flamengo e Fluminense. Ele apareceu no CT do Palmeiras para dar uma entrevista coletiva em que reclamou de uma suposta pressão externa que o Flamengo faz contra as arbitragens, o que teria causado toda polêmica no clássico carioca. Presidente do time rubro-negro, Eduardo Bandeira de Mello deu entrevista à Espn logo depois e respondeu com críticas duras, dizendo que falta vergonha na cara dos adversários.



GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Futebol é esporte atrasado | Complô a favor do Fla? | Notícias do Brasileirão


Nobre acredita que o Campeonato Brasileiro pode ser manchado se for decidido por causa de lances como o desta quinta-feira (14), em que o juiz esperou 13min para tomar uma decisão e, de acordo com ele, ser influenciado por outras pessoas.

Diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos explicou como o Flamengo tem feito pressão para influenciar nas escolhas dos árbitros.

Veja as declarações: 

“O que aconteu pode manchar a história do campeonato e acabar com a credibilidade dos clubes. É um campeonato que começa a ser decidido fora de campo. Tivemos o trio de arbitragem mais experiente do Brasil, mas árbitros são seres humanos e são sujeitos a sofrer pressão. E não é possível aceitar o nível de pressão que estão querendo fazer no campeonato. Futebol se joga dentro de campo. O Palmeiras é campeão do século por jogar dentro de campo. Tem 12 conquistas nacionais por jogar dentro de campo. O Palmeiras caiu e voltou dentro de campo”.

“Enquanto o Palmeiras faz um trabalho sério, tem clube tentando influenciar arbitragem e tribunais fora de campo. Isso é uma vergonha”.

“Não tenho dúvida nenhuma de que árbitro do calibre do Sandro estava se sentindo pressionado ontem. Que ser humano não fica pressionado antes do jogo do Flamengo?”

“De ontem para hoje, recebi ligações de times que vão enfrentar o Flamengo e estão preocupados. A pressão tem afetado os clubes e a própria arbitragem”

“O Flamengo se posicionou contra árbitro paulista em jogo do Flamengo. O Flamengo se posicionou contra árbitro considerado árbitro mais fraco. Essas bobagens. O Palmeiras não age assim. Quando tem que agir, o Palmeiras vai à CBF. Outro dia, apitou um jogo nosso um árbitro carioca, e não reclamamos, não temos que reclamar. Isso não vai acontecer aqui”.

“O árbitro de ontem aceitou de maneira passiva porque claramente tem temor de erro contra o Flamengo”.

EDUARDO BANDEIRA DE MELLO

“Não gostaria que o Flamengo fosse prejudicado de maneira absurda contra o São Paulo no primeiro turno, na partida contra o Palmeiras, no último jogo contra o Santos, contra o Corinthians, quando massacraram nosso jogador e nem falta marcaram. Gostaria muito que eles (presidentes de Palmeiras e Fluminense) tivessem vergonha na cara. Gostaria muito que as pessoas fossem mais explícitas na hora de acusar alguma coisa. Quem é que não tem vergonha na cara?”.

“Estou achando muito estranho tudo isso. Primeiro, não sei o que o Paulo Nobre tem a ver com a partida. O que mancha a credibilidade do campeonato é a expulsão do Márcio Araújo contra o Palmeiras, encharcar a pequena área para atrapalhar nosso goleiro… Isso é escandaloso”.

 

 


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook