Últimas

Os problemas de Guardiola continuam antes de encarar o Barcelona

Treinador já perdeu vantagem do Manchester City na Premier League e começou a ser questionado às vésperas do duelo na UCL

O Barcelona teve uma rodada de fim de semana muito melhor do que o Manchester Citu. Enquanto Luis Enrique pode poupar Andrés Iniesta, deixar Luis Suárez no banco no segundo tempo, usar Messi somente na etapa final e mesmo assim golear por 4 a 0, o time de Guardiola precisou lutar até o último minutos por uma vitória contra o Everton, dentro de casa, e ficar apenas com um empate.  



GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
As grandes ausências da UCL | Bravo tem reecontro com o Barça | Neymar exibe nova tatuagem


Até no retorno dos craques do time, o Barcelona levou a melhor sobre o Manchester City: enquanto Messi voltou marcando gols, Kevn De Bruyne perdeu um pênalti contra o Everton. E essas comparações são inevitáveis, visto que as duas equipes se enfrentam pelo Grupo C da Champions League, na próxima quarta-feira (19).  

O jogo será bastante nostálgico para Guardiola. Afinal, foi ali no Camp Nou em que ele atuou mais de 10 anos como jogador e cinco como treinador, tornando-se uma das figuras mais respeitadas no mundo do futebol. Mas também será um desafio e a chance de mostrar que pode sim vencer uma grande equipe com o Manchester City na Champions, motivo pelo qual ele foi contratado.  

Mesmo com o tropeço diante do Everton, não dá para dizer que Guardiola não tem feito um bom trabalho com os Citizens na Premier League. O time é o líder com 19 pontos, embora agora tenha a companhia do Arsenal com a mesma pontução. Foi o bastante para que a filosofia do treinador catalão começasse a ser questionada.  

“Eu escuto há muito tempo sobre essa intensidade na Premier League, mas nenhum de vocês estiveram em La Liga ou na Bundesliga para saber como é a intensidade. Aqui o problema é ter talvez mais jogos”, justificou Guardiola, já pressionado para ter um bom resultado diante do seu ex-clube.  

Mas Guardiola vai ter que se acostumar com o fato de que não há nenhuma misericórdia nos fins de semana da Premier League, seja dentro ou fora de casa, e ainda mais antes de duelos da Champions League no meio da semana.  

O Manchester City está há três jogos sem vencer – algo que só aconteceu com Guardiola no Bayern de Munique e quando o título da Bundesliga já estava embrulhado para presente. Entrar de novo no Camp Nou na próxima quarta será uma tarefa difícil não só para o seu coração, mas também para a sua cabeça. 


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook