Últimas

Resenha: Tudo É Vaidade – Oficina G3

8/10/2016 – 8:00

Single expõe vitalidade lírica da Oficina G3, mas reduz sua densidade sonora



Resenha: Tudo É Vaidade – Oficina G3 Imagem: Jr. Finnis

“Tudo É Vaidade”, single mais recente da discografia da banda paulista Oficina G3, é naturalmente sequela do álbum Histórias e Bicicletas (Reflexões, Encontros e Esperança). Álbum que revelou veia poética e mais pessoal que a maioria dos títulos que compõem o trabalho de três décadas do grupo, mostrou maturidade em contraponto aos velhos paradigmas do movimento gospel.

A nova canção, escrita pelos quatro integrantes, aposta na tese máxima de efemeridade da vida na Terra exposta, de forma secundária, em canções como “Compartilhar” e “Lágrimas”. Aqui, o discurso é mais direto e se apresenta, em alusão, ao espetáculo teatral da existência humana.

A sonoridade, que é uma espécie de ponte entre a musicalidade estabelecida nos álbuns Depois da Guerra (2008) e Histórias e Bicicletas (2013), apresenta compasso mais lento, previsível e afetado. Mesmo assim, Jean Carllos retorna com guturais mais sutis e Juninho Afram brilha como vocalista, em dueto com Mauro Henrique.

Naturalmente familiar, a composição traz os riffs graves de baixo executados por Duca Tambasco que enriqueceram Histórias e Bicicletas. No entanto, os demais instrumentos não acompanham a mesma densidade. O resultado é um som que tem suas raízes nos trabalhos antecessores, mas caminha em direção a uma musicalidade menos inventiva.

A agradável mixagem e masterização de Leonardo Ramos, vocalista da banda de rock Supercombo, é bastante representativa para a atual fase do grupo que, como efeito de renovo, transita com mais facilidade no cenário “underground” da música cristã contemporânea e supera a velha fase pop dos grandes eventos.

Embora não seja uma gravação crua, “Tudo É Vaidade” abre mão da natural ambição que os orgânicos hits da banda abraçam sem grande dificuldade. Assim, fortalece-se no discurso e na técnica, mas perde em brilho e destaque instrumental.


Fonte: Gospelprime.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook