Últimas

Sem marcar gols desde julho, Thalles treina finalizações com grande artilheiro vascaíno

O jogador de 21 anos está recebendo atenção especial de Valdir Bigode, ídolo cruzmaltino

Já são nove jogos sem gols, considerando todas as competições disputadas pelo Vasco, mas Thalles não está descontente com o seu atual momento. Afinal de contas, nos últimos jogos o jovem de 21 anos vem desempenhando um papel diferente ao que estava acostumado.

A pedido do técnico Jorginho, Thalles deixou de jogar como referência para circular mais fora da área – ajudando no primeiro combate aos adversários ou buscando fazer o pivô.

Mas o DNA de atacante, a vocação para buscar o gol, sempre estão presentes. E já que as redes não balançam desde o final de julho – quando deixou sua marca na vitória por 2 a 1 sobre o Criciúma – receber uma ‘ajudinha’ de quem conhece muito bem a arte de fazer gols sempre ajuda.



GOALVEJA TAMBÉM: GOAL
Galeria: ídolos ‘ingratos’ | Os ‘prefeitos’ de cada time | Série B: classificação atualizada


É por isso que Thalles tem sido observado de perto por Valdir Bigode, um dos auxiliares técnicos do clube e que, nos tempos de jogador, fez história nos 7 anos em que defendeu a Cruz de Malta como profissional.

Artilheiro que é artilheiro, não perde o faro de gols (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br/Divulgação)

Valdir foi um dos principais atacantes do futebol brasileiro na década de 1990, e ajudou o Vasco a conquistar um total de quatro campeonatos estaduais (1992, 93, 94 e 2003).

(Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br/Divulgação)

“O Valdir Bigode foi um grande jogador. É sempre bom estar perto de um cara que fez história no futebol. Todo final de treino, ele me puxa para trabalhar um pouco a minha batida no gol. É um excelente profissional e tem contribuído para a minha evolução”, disse Thalles, para o site oficial do Vasco.

Em suas últimas três aparições, o atacante vem dando mostras de que, pouco a pouco, está afiando a pontaria. No total foram cinco arremates e apenas um fora da direção do gol, mas as redes cismam em não balançar. Tudo bem: faltam oito partidas até o fim da Série B, e se o Vasco quiser transformar em 100% as atuais 93,6% de chances de garantir o acesso, o jogador revelado na base de São Januário ainda pode mostrar a sua importância.


Fonte: Goal.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook