Últimas

Sete dos 20 prefeitos de capitais vencem disputa já no primeiro turno

Dos 20 prefeitos de capitais que concorreram à reeleição este ano, 75% venceram a disputa no primeiro turno ou passaram para o segundo turno. Sete venceram hoje (2) seus adversários no primeiro turno e oito disputarão o segundo turno no dia 30 de outubro.

Em Boa Vista (RR), a atual prefeita Teresa Surita (PMDB) venceu com 79,5% dos votos válidos, o maior percentual proporcional de votos entre os postulantes à reeleição. O atual prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), com quase 74% dos votos válidos, obteve o segundo maior percentual de votos dos prefeitos que tentaram a reeleição.

Além de Boa Vista e Salvador, se reelegeram no primeiro turno Firmino Filho (PSDB) em Teresina (PI), Macus Alexandre (PT) em Rio Branco (AC), Carlos Eduardo (PDT) em Natal (RN), Carlos Amastha (PSB) em Palmas (TO) e Luciano Cartaxo (PSD) em João Pessoa (PB).

Segundo Turno

Foram para o segundo turno os prefeitos de Manaus, São Luís, Recife, Fortaleza, Macapá, Vitória, Maceió e Belém. Na capital amazonense, Artur Virgílio Neto (PSDB) enfrentará Marcelo Ramos (PR). Em São Luís, a disputa envolverá Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e Eduardo Braide (PMN), enquanto no Recife a disputa será entre Geraldo Júlio (PSB) e João Paulo (PT).

Em Fortaleza, o segundo turno ocorrerá entre Roberto Cláudio (PDT) e capitão Wagner (PR). Em Macapá, a eleição será disputada entre Clécio Luís (Rede) e Gilvan Borges (PMDB). Luciano Rezende (PPS) e Amaro Neto (SD) foram para o segundo turno em Vitória. Em Maceió, Rui Palmeira (PSDB) enfrentará Cicero Almeida (PMDB) e em Belém Zenaldo Coutinho(PSDB) e Edmilson (PSOL) brigarão pelo voto dos eleitores.

Cinco prefeitos não conseguiram votos para reeleição. São os casos dos atuais prefeitos de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), e de São Paulo, Fernando Haddad (PT). Em Porto Velho (RO), Doutor Mauro (PSB) não estará à frente do Executivo municipal a partir do ano que vem, assim como Alcides Bernal (PP) em Campo Grande (MS) e João Alves (DEM) em Aracaju (SE).

Derrota política 

No Rio de Janeiro e em Belo Horizonte, apesar de não estarem na disputa, os atuais prefeitos Eduardo Paes (PMDB) e Márcio Lacerda (PSB), respectivamente, tiveram derrotas políticas, já que seus candidatos não conseguiram avançar nem mesmo para o segundo turno.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook