Últimas

Suzana Pires levanta a bandeira do feminismo: “Se uma mulher diz não, é não”

Suzana Pires na festa de lançamento de Sol nascente - Foto: TV Globo/ Estevam Avellar

Suzana Pires na festa de lançamento de Sol nascente – Foto: TV Globo/ Estevam Avellar

Estreando como autora de novelas em Sol Nascente, ao lado de Júlio Fischer e Walther Negrão, Suzana Pires contou como funciona a parceria entre o para definir os caminhos dos personagens da novela e também declarou ser atuante na causa do feminismo.

A atriz explicou que tudo na história da novela é decidida pelo trio:

“Escrever uma novela é criar um universo em que você coordena os acontecimentos. Depois de um tempo no ar, os pedidos do público são ouvidos para tornar a trama cada vez mais agradável. É um trabalho bonito e de muita concentração. Tudo é criado por nós três, mas quem tem a decisão final é o mestre Negrão”, disse em entrevista à coluna Mulher, do jornal Extra.

À publicação, Suzana disse ser atuante na causa do feminismo:

“Sou atuante nessa conscientização. Não posso conceber que o estupro seja culpa da vítima, da roupa dela ou de ela estar bêbada. Se uma mulher diz não, é não. Por que tudo com uma mulher é analisado primeiro pelo corpo dela e não pela sua capacidade intelectual? Por que uma mulher não pode escolher construir sua vida do jeito que ela quer? Feminismo é agir com respeito por si mesma e disso eu não abro mão na minha vida”, completou.


Fonte: Cenapop.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook