Últimas

Vítima de explosão de bueiro no Rio de Janeiro continua internada

A atriz Aline Pais, de 24 anos, que sofreu queimaduras 68% do corpo após a explosão de um bueiro na Avenida Gomes Freire, no Centro, no dia 25 de setembro, continua em estado grave no Hospital da Força Aérea do Galeão, na Ilha do Governador, zona norte do Rio. Segundo boletim médico, ela apresentou melhora, mas continua respirando com ajuda de aparelhos e está sedada.

Além de Aline, sete pessoas ficaram feridas na explosão, entre elas o namorado que estava com ela e teve 18% do corpo queimado. Um inquérito foi instaurado na 5ª Delegacia de Polícia, no centro, para apurar as circunstâncias do acidente.

O Procon Estadual autuou a companhia de energia elétrica Light, que atende a cidade do Rio e outros municípios no estado,responsável pelo bueiro que explodiu, sob o argumento de que falhas na segurança da prestação do serviço acontecem há muito tempo e vêm colocando os consumidores em risco. A Light tem 15 dias úteis para apresentar sua defesa.

De acordo com o Procon, a concessionária terá que informar as causas do acidente, se foi prestado atendimento aos feridos e se a manutenção periódica nas instalações subterrâneas vem sendo realizada. Se o prazo não for cumprido ou os argumentos apresentados não forem aceitos, a empresa será multada em até R$ 9 milhões.

O Procon argumentou na autuação que “as falhas na segurança na prestação do serviço ocorrem há muito tempo e vêm colocando os consumidores em risco”. Segundo nota divulgada pelo Procon, “no mês passado outros três bueiros da Light, um no Centro e dois no Leblon, explodiram”. A assessoria da Light informou que a empresa ainda está dentro do prazo para apresentar os devidos esclarecimentos e que vem prestando toda a assistência aos feridos no acidente.


Fonte: Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook