Default

Rio de Janeiro e São Paulo são consideradas as cidades com o maior custo de vida do Brasil

Rio de Janeiro e São Paulo são cidades famosos por diversas razões e uma delas é seu alto custo de vida. Mais um ano, as regiões foram apontadas como uma das mais caras para se viver no país.

Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro é uma cidade muito turística a nível nacional e internacional. Por isso, não é de se surpreender que  custo de vida na região seja bem alto. A cidade destaca-se principalmente por ter um dos impostos mais caros do país.

Quem quer realizar o licenciamento 2021 RJpor exemplo, terá que desembolsar antes o valor do IPVA. O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores é de 4% do valor original do veículo. Vale mencionar que o licenciamento ou CRLV do veículo só podem ser solicitados após o pagamento do IPVA.

Isto sem contar com os custos para manter o veículo. A gasolina, item indispensável na lista de gastos de quem possui um veículo, custa quase R$5,00 na cidade.

O IPTU, que corresponde ao Imposto Predial e Territorial Urbano, é um dos valores mais altos que o carioca precisa cumprir, já que o metro quadrado na maioria das localidades é alto. O aluguel de um apartamento de 2 quartos na região barata do Rio custa cerca de R$ 940,48.

As compras mensais acabam saindo bem caras também, já que no geral, os itens básicos pesam mais no bolso do brasileiro que nos outros estados.

São Paulo

São Paulo também não ficou atrás na lista de cidades mais caras para se morar e o custo para manter u veículo na região faz com que a maioria das pessoas pense duas vezes antes de comprar um carro. O licenciamento 2021 SP tem o valor médio cobrado pelo Detran de todos os estados, mas o IPVA é considerado um dos mais altos.

Assim como para o Rio de Janeiro, o IPVA SP estará custando 4% do valor de compra do veículo, podendo ser parcelado em até 3 vezes. Vale mencionar que o não cumprimento deste imposto, pode acarretar em juros diários para o proprietário, em multas de trânsito e em impossibilidade de atualizar os documentos do veículo.

O destaque em São Paulo vai para a educação. De acordo com pesquisas, na rede privada o valor médio para a mensalidade no ensino médio pode superar os R$1.700. O ensino superior também fica entre os mais altos e dependendo do cursos, pode ultrapassar os R$2.000.

Governo estuda prorrogar auxílio emergencial ou criar programa substituto

Milhões de brasileiros recebem o auxílio emergencial mas a crise continua a afetar sua qualidade de vida. Governo estudar prorrogar auxílio ou criar novo programa. Entenda:

O que é o auxílio emergencial?

O auxílio emergencial foi uma medida pensada para dar suporte financeiro para famílias que tiveram a renda mensal comprometida por conta da pandemia de coronavírus e para movimentar a economia do país.

Quem tem direito de solicitar o auxílio do programa, pode receber 3 parcelas iguais de R$600, totalizando um valor mensal de R$1800. Para as mães que são chefes de família, o valor é dobado, sendo 3 parcelas iguais de R$1200, totalizando um valor de R$3.600.

O benefício ficou disponível através da plataforma do auxílio emergencial e para se inscrever, o cidadão só precisava preencher a página com seus dados e aguardar a avaliação do pedido.

Quem pode receber?

Vale mencionar que nem todos os brasileiros podem receber o auxílio, então vamos entender quem realmente tem direito ao valor. Quem está inscrito no Bolsa Família recebe automaticamente o valor emergencial disponibilizado em sua conta.

Caso o pagamento desse valor venha a ser prorrogado ou caso um novo programa seja criado, o beneficiário somente precisa realizar a atualização do Bolsa Família 2021. Os trabalhadores autônomos, trabalhadores informais, microempreendedores individuais e desempregados também podem solicitar o recurso.

É importante ressaltar que os trabalhadores formais, ou seja, que atuam por intermédio da CLT não tem direito a pedir o auxílio emergencial. Quem não se classifica como baixa renda também não pode receber o suporte.

Qual programa irá substituí-lo?

O auxílio emergencial se tornou a única renda de muitas famílias brasileiras e por isso, o Governo identificou a necessidade de dar continuidade a medida. Assim, o benefício do auxílio emergencial, que inicialmente gerava o pagamento de 3 parcelas idênticas de R$600 ou R$1200, passou a poder ser estendido para 5 parcelas.

Para ter acesso ao valor, é necessário verificar se você ainda se encontra dentro da lista de beneficiários que podem solicitar o auxilio emergencial. Apesar da medida de prorrogação do benefício, é notável para economistas que não será suficiente para garanti a qualidade de vida do brasileiro.

Por isso, está sendo pensada como proposta de assistência para famílias prejudicadas financeiramente pela crise do coronavírus, a possibilidade de criação de um programa voltado para esse público. Ainda não foram divulgadas informações concretas, mas espera-se que a criação da iniciativa possa reduzir os efeitos da pandemia para o país.

Melhores motos para trabalhar como motoboy no período pós pandemia

Com a pandemia, o serviço de motoboy tem estado muito em alta e quem precisa trabalhar logo pode optar por esse trabalho. E para quem está considerando começar a atuar como motoboy, vale a pena conferir os modelos a seguir considerados os mais promissores para o serviço.

Honda CG

A Honda CG, tanto a sua versão 125 cc como a de 150 cc, são referência no quesito economia. Esse é um modelo ideal para área urbana, por isso, é super indicado para quem quer trabalhar com entregas, pois combina otimização de combustível e bom desempenho urbano.

Além dessas vantagens mencionadas, é importante enfatizar que a Honda CG tem um bom custo de aquisição, o que interfere diretamente no pagamento do IPVA em 2021já que este imposto é calculado a partir do valor original do veículo.

Uma outra característica importante do modelo é a capacidade de carga, que pode ser de até 166 kg, ideal para quem vai fazer entregas.

Honda Bros

Um outro modelo da Honda que vale a pena conhecer se você quer trabalhar com o veículo é a Honda Bros. A motocicleta possui suspensões mais elevados e por essa razão, é interessante para quem andar em área urbana mas também enfrente terrenos difíceis como ruas esburacadas.

A moto também tem outras vantagens como a capacidade carga de 170 kg. Mesmo rodando menos quilômetros do que a Honda CG, este modelo ainda possui um bom consumo de combustível, podendo percorrer cerca de 30 km com 1 litro de gasolina.

O tanque de combustível tem capacidade 12 litros e possui um sistema de cinco velocidades, além de dispor de partida elétrica. O modelo também é considerado, por quem o compra, bastante confortável para uma moto, o que é positivo para quem quer usar o veículo para trabalhar com entregas diariamente.

Suzuki Yes 125cc

Sendo também um modelo de 125 cc, a Suzuki Yes é uma ótima opção para quem quer atuar como motoboy. A moto vem com rodas de liga leve com um leve acabamento e costuma ter um desempenho muito satisfatório para quem a compra.

Apesar do alto índice de satisfação dos consumidores, a Suzuki Yes possui peças cara e por isso, é interessante pensar bem antes de realizar a compra.

A boa notícia é que quem cumpre com o IPVA 2021 SP e compra a Suzuki Yes 125cc estará isento de pagar o imposto este ano devido a crise do coronavírus.

 

Veja como conhecer o histórico dos candidatos a cargos politicos

A eleição é uma etapa social muito importante pois define como a sua comunidade será liderada durante o mandato do seu candidato. Por isso, é necessário estar de olho nos candidatos disponíveis e você sabe como conhecer o histórico desses nomes?

Conhecer os candidatos a cargos públicos com antecedência é fundamental para decidir o seu voto. Assim como também é preciso conhecer as funções dos cargos em questão. Neste ponto, a internet é uma ferramenta muito útil pois disponibiliza dados do histórico de cada candidato.

Existem sites de organizações não governamentais que disponibilizam dados sobre o processo eleitoral e sobre os candidatos. Assim, os eleitores podem escolher líderes com quem tenham afinidade e que promovam propostas de Governo satisfatórias.

Tribunal Superior Eleitoral

Um dos principais sites para esse assunto é o do Tribunal Superior Eleitoral, que disponibiliza dados dos candidatos referentes não só ao seu perfil, mas como a sua carreira política. No site do TSE, é necessário acessar a aba de “Eleições – Repositório de Dados Eleitorais”.

As informações disponíveis estão organizadas em planilhas e podem ser acessadas a qualquer momento pelos eleitores. Também fica acessível o plano de governo dos candidatos.

Divulga Candidatos

Além do TSF, os cidadãos também encontram serviços semelhantes no site Divulga Candidatos. A página reúne dados sobre os candidatos a vereador e a pesquisa é realizada a partir do nome da cidade. Veja a seguir algumas das informações ofertadas:

  • Descrição de bens;
  • Certidão de antecedentes criminais;
  • Situação de processos em andamento.

Vota na Web

O maior objetivo desse site é aproximar eleitor e candidato antes do processo eleitoral, e seu foco é voltado para os projetos que ainda estão em desenvolvimento no Congresso. Além disso, o site também divulga o posicionamento do povo sobre esses projetos e a pesquisa por eles pode ser realizada pelo nome do candidato ou do partido.

Vota Brasil

As informações sobre os candidatos a cargos políticos são apenas uma das possibilidades da plataforma do Vota Brasil. Também é possível acessar as últimas notícias relacionadas aos candidatos no mesmo site.

Portal da Transparência

Como o próprio nome indica, o Portal da Transparência se utiliza de dados concretos sobre contas do Governo Federal, assim como informações sobre os pagamentos feitos a todos os servidores e empresas contratadas. Os eleitores tem acesso livre a plataforma.

Saiba como colocar seu filho em uma creche publica

As creches públicas são instituições pensadas para auxiliar pais que precisam trabalhar, assim, seus filhos podem ficar em um local seguro durante o dia. Mas como colocar a criança em uma creche pública? Saiba tudo sobre isso a seguir:

A rede pública de ensino é englobada por alguns níveis diferentes de educação e assistências. Cada um deles terá um funcionamento, tal como uma data de inscrição diferenciada. Veja a seguir quais são esses níveis:

  • Creche;
  • Educação Infantil;
  • Ensino fundamental;
  • Ensino Médio;
  • Educação Para Jovens e Adultos.

No geral, é possível realizar a inscrição para esses níveis através da internet, mas é preciso estar atento ao processo seletivo e os dados exigidos por cada processo.

As creches são instituições de assistência, destinadas a bebês de 0 a 3 anos. Nesses locais, as crianças inscritas tem acesso a alimentação, cuidados especiais, incentivos pedagógicos, entre outros.

Mas quando posso inscrever meu filho em uma creche pública?

Como mencionado, cada programa e instituição terá a sua própria maneira de ingresso. No caso das creches, o processo de inscrição fica a disposição dos pais durante todo o ano.

Cada região tem um número único de vagas e por isso, pode ser que alguns municípios possuam poucas vagas disponíveis. No geral, é preciso estar atento para as inscrição do começo do ano para garantir a sua vaga.

Como se inscrever?

Os pais interessados podem inscrever as crianças de duas formas, uma delas é pela internet. O processo de cadastro pela internet começa um pouco antes e é necessário preencher todos os campos da plataforma oficial de maneira completa, isto é, sem abreviações.

Como muitas pessoas não têm acesso a internet, as creches públicas disponibilizam a teleinscrição que funciona através do número de atendimento da rede pública. Os documentos exigidos são os mesmos, por isso, é interessante saber o que ter em mãos antes de telefonar.

É preciso estar inscrito no Bolsa Família?

Os beneficiários do Bolsa Família estão subsequentemente inscritos no CadÚnico que permite que o Governo ofereça uma maior assistência para essas famílias. Sendo assim, quem recebe  Bolsa Família tem direito a inscrever os filhos de 0 a 3 anos nas creches públicas.

Vale mencionar que tanto para as creches quanto para a pré-escola, é necessário garantir a frequência nessas instituições para que a permanência nos programas seja possível. Para mais detalhes sobre o funcionamento da creche pública na sua região, entre em contato com a prefeitura da sua cidade.