Uncategorized

É preciso contratar um contador para declarar seus impostos?

A declaração do imposto de renda pode ser bem complicada e capaz de provocar uma grande dor de cabeça, mas certamente não fazer provoca muito mais. Para fazer a declaração do Imposto de Renda não necessariamente é preciso contar com a ajuda de um contador, mas para quem quer evitar problemas, poupar tempo e possui condição de contratar é uma ótima escolha.

A Receita Federal, que é o órgão que regulamente todo o processo da declaração do Imposto, a pouco tempo fez algumas alterações de suas regras fiscais e isso deixou muita gente na dúvida sobre como declarar o Imposto de Renda e como proceder em relação ao assunto.

Pensando em alguns pontos que muitas pessoas desconhecem e sobre as alterações recentes em como emitir DARF online pode ser um desafio para muitos. Embora não tenha a necessidade de contratar um contador para declarar seu imposto, separamos algumas vantagens que esse profissional pode trazer durante essa hora.

Esclarecimento de todas as dúvidas

Com o avançar das etapas do preenchimento da declaração do imposto de renda o processo vai ficando complicado e ai as pessoas começam a enfrentar todos os desafios da declaração. A complexidade dos termos técnicos traz muitas dúvidas e inseguranças, pois qualquer informação errada ou preenchida no campo errado pode ocasionar grandes consequências aos contribuintes.

Saber onde declarar e o que declarar é fundamental para evitar problemas com a Receita Federal e apenas um profissional com um certo conhecimento sobre o assunto é capaz de esclarecer todas as dúvidas e garantir que nada saia errado.

Garantia de não entrar na “malha fina”

Informações erradas ou que sejam colocadas no campo errado fara com que ela fique retida na malha fina e isso traz consequências bastante desagradáveis aos contribuintes. Se a declaração for feita no modelo completo com muitas situações patrimoniais, muitas fontes pagadoras, aplicações financeiras, dependentes e outras informações, todo cuidado será pouco.

Qualquer deslize fara com que a declaração fique bloqueada e o contribuinte tenha que pagar um valor que é capaz de chegar a 125% do valor do Imposto.

Promove uma maior segurança

Esses profissionais por conhecerem todos os termos técnicos e terem uma experiência considerável com o assunto, conseguem promover a segurança de saber o que estão fazendo e de preencher todos os campos corretamente.

Por se tratar de um documento tão sério e que pode implicar em grandes problemas a contratação de pessoas especializadas no assunto faz com que os contribuintes poupem tempo e não esquentem a cabeça com a possibilidade de ter cometido algum erro no preenchimento.

Fonte: impostoderenda2021.inf.br

Fim do auxílio emergencial e alta do desemprego afetam milhares de famílias

Com o início da pandemia o Governo Federal divulgou a todos os cidadãos brasileiros o pagamento do Auxílio Emergencial que seria um benefício financeiro destinado a todos os trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados com o objetivo de oferecer uma proteção emergencial durante o período de enfrentamento crítico contra o corona vírus.

O pagamento do Auxílio Emergencial teve início no começo do ano de 2020 e durou ate dezembro do mesmo ano. Houve boatos do prolongamento do pagamento, mas que foram negados pelo Governo Federal tendo com isso o fim realmente em dezembro, mesmo com a continuidade da pandemia. Devido a isso consequências foram geradas e milhares de famílias foram afetadas diretamente, já que o pagamento do benefício ajudava muita gente e em muitos casos era a única renda fixa.

Benefícios promovidos pelo Auxílio Emergencial

Com o pagamento do Auxílio Emergencial muitas famílias foram beneficiadas e passaram a contar com o auxílio sendo a única renda dentro de casa. O benefício proporcionou o pagamento de dívidas, a compra de itens essenciais e foi responsável por colocar comida na mesa de muita gente. Mães solteiras foram possibilitadas a manterem a casa e terem uma renda para comprar itens para seus bebês e crianças que muitas vezes são impossibilitadas de comprar devido ao alto custo.

Além de possibilitar o sustento de milhares de famílias o auxílio também foi fundamental para movimentar a economia brasileira que foi muito prejudicada devido a toda crise do corona vírus. Muitas empresas e microempreendedores foram obrigados a fecharem seus negócios e com isso o número de pessoas desempregadas cresceu consideravelmente prejudicando diretamente o mercado.

Durante esse período muitas pessoas foram extremamente gratas ao auxílio pois nunca se imaginaram ganhando essa quantia de dinheiro e através do benefício puderam ter acesso a coisas que para muitos é bobagem, mas para algumas pessoas é a realização de um sonho.

Consequências do fim do pagamento

Com o fim do pagamento, a dificuldade que o mercado vem enfrentando e a falta de vagas de emprego grandes consequências são esperadas para os próximos meses sem o Auxílio Emergencial. Famílias voltam a ficar sem renda prevista e alternativas vão sendo procuradas para conter a situação.

A falta do poder de compra vai atingir diretamente o mercado e as pessoas que passam necessidades, que antes eram amparadas pelo pagamento do benefício, voltam a ter seu futuro incerto. Em momentos assim é possível perceber a importância que o Auxílio teve e um pouco do que está por vir.

Desemprego e desafios

O desemprego já apresentava um número alto no Brasil, e com a pandemia esse número cresceu consideravelmente, podendo ainda continuar crescendo exponencialmente sem o fim da pandemia. Como dar entrada ao seguro-desemprego em 2021? Deve ser algo que os trabalhadores que acabaram sendo demitidos durante esse período e que ficaram sem renda devem se informar, pois na atual situação já é uma grande ajuda e principalmente um direito a todos os trabalhadores brasileiros.