Rio de Janeiro e São Paulo são consideradas as cidades com o maior custo de vida do Brasil

Rio de Janeiro e São Paulo são cidades famosos por diversas razões e uma delas é seu alto custo de vida. Mais um ano, as regiões foram apontadas como uma das mais caras para se viver no país.

Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro é uma cidade muito turística a nível nacional e internacional. Por isso, não é de se surpreender que  custo de vida na região seja bem alto. A cidade destaca-se principalmente por ter um dos impostos mais caros do país.

Quem quer realizar o licenciamento 2021 RJpor exemplo, terá que desembolsar antes o valor do IPVA. O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores é de 4% do valor original do veículo. Vale mencionar que o licenciamento ou CRLV do veículo só podem ser solicitados após o pagamento do IPVA.

Isto sem contar com os custos para manter o veículo. A gasolina, item indispensável na lista de gastos de quem possui um veículo, custa quase R$5,00 na cidade.

O IPTU, que corresponde ao Imposto Predial e Territorial Urbano, é um dos valores mais altos que o carioca precisa cumprir, já que o metro quadrado na maioria das localidades é alto. O aluguel de um apartamento de 2 quartos na região barata do Rio custa cerca de R$ 940,48.

As compras mensais acabam saindo bem caras também, já que no geral, os itens básicos pesam mais no bolso do brasileiro que nos outros estados.

São Paulo

São Paulo também não ficou atrás na lista de cidades mais caras para se morar e o custo para manter u veículo na região faz com que a maioria das pessoas pense duas vezes antes de comprar um carro. O licenciamento 2021 SP tem o valor médio cobrado pelo Detran de todos os estados, mas o IPVA é considerado um dos mais altos.

Assim como para o Rio de Janeiro, o IPVA SP estará custando 4% do valor de compra do veículo, podendo ser parcelado em até 3 vezes. Vale mencionar que o não cumprimento deste imposto, pode acarretar em juros diários para o proprietário, em multas de trânsito e em impossibilidade de atualizar os documentos do veículo.

O destaque em São Paulo vai para a educação. De acordo com pesquisas, na rede privada o valor médio para a mensalidade no ensino médio pode superar os R$1.700. O ensino superior também fica entre os mais altos e dependendo do cursos, pode ultrapassar os R$2.000.